Não pergunto qual você gosta mais, nem qual você acha que está na moda, em termos de roupas, design. Mas pergunto-lhes qual está mais modinha? Que todo mundo adota porquê todos estão assim. O jeito de não ter sua própria personalidade e usar a dos outros.

Emo O estilo que muitas crianças e adolescentes adotaram. Aquele melancólico, com um certo “medo” de tudo e de todos. Onde na maioria das vezes são voltados ao suicídio. Pensam que nada no mundo vale à pena e que tudo têm um lado ruim. Na maioria das vezes suas roupas combinam o preto e o fofo.

 

 

 

 

 

 

Gótico A subcultura gótica abrange um estilo de vida, estando a ela associados, principalmente, gostos musicais dos anos 80 até o presente, estética com maquilhagem e penteados alternativos (cabelos coloridos, desfiados, desarrumados) e uma certa “bagagem”  afilosófica. A música se volta para temas que glamorizam a decadência, o niilismo, o hedonismo e o lado sombrio.

 

 

 

 

Punk Denomina-se cultura punk os estilos dentro da produção cultural que possuem certas características comuns àquelas ditas punk, como por exemplo o princípio de autonomia do faça-você-mesmo, o interesse pela aparência agressiva, a simplicidade, o sarcasmo niilista e a subversão da cultura.

 

 

 

HeadBanger Headbanger ou metalhead é o um termo usado para designar um fã do estilo musical heavy metal ou qualquer de suas variantes. O visual chamado de old school (velha guarda, em uma tradução mais aberta) é composto de jaqueta jeans, camiseta preta de banda ou não, calça jeans, acessórios “opcionais” como cinto, braceletes e pulseiras e tênis alto ou coturno, geralmente preto. Em épocas de clima frio, jaquetas de couro também fazem parte do visual.

Eaí? Qual o estilo mais modinha que têm hoje em dia? Se você acha que é outro, além desses que eu postei, comentaê tá? :*

Untitled-1

Veio de manhã molhar os pés na primeira onda
Abriu os braços devagar e se entregou ao vento
O sol veio avisar que de noite ele seria a lua,
Pra poder iluminar Ana, o céu e o mar

Sol e vento, dia de casamento
Vento e sol, luz apagada no farol
Sol e chuva, casamento de viúva
Chuva e sol, casamento de espanhol

Ana aproveitava os carinhos do mundo
Os quatro elementos de tudo
Deitada diante do mar
Que apaixonado entregava as conchas mais belas
Tesouros de barcos e velas
Que o tempo não deixou voltar

Onde já se viu o mar apaixonado por uma menina?
Quem já conseguiu dominar o amor?
Por que é que o mar não se apaixona por uma lagoa?
Porque a gente nunca sabe de quem vai gostar

Ana e o marmar e Ana
Histórias que nos contam na cama
Antes da gente dormir

Ana e o mar… mar e Ana
Todo sopro que apaga uma chama
Reacende o que for pra ficar

Quando Ana entra n’água
O sorriso do mar drugada se estende pro resto do mundo
Abençoando ondas cada vez mais altas
Barcos com suas rotas e as conchas que vem avisar
Desse novo amorAna e o mar