Essa música eu adoro, é muito tri, eu do muito risada com essa musica, e com essa banda 🙂

Você é minha aluna,
Não entre nessa
Você tem 19 anos e eu…
Não interessa

Esqueça o que rolou depois
daquela festa de formatura
Você no fogo de milhões de hormônios
E eu de fogo, na maior secura

Eu resisti o ano inteiro
Fiquei na minha
Vendo você na primeira fila
De míni-saia e sem calcinha
Deixei de agir como profissional
No exato momento
Em que rolou aquela prova oral
Aplicada no estacionamento

Já te expliquei:

Alguma coisa aqui está fora do normal
Nenhuma boa aluna implora pra levar pau
Te ver assim de joelhos
Aos meus pés, baby, me chateia
Impossível dialogar
Com você falando assim, de boca cheia

Meu corpo não foi o primeiro,
Estou ciente
Antes de mim você deu prazer
A outro corpo, o corpo docente

O que explica sua nota 100
Em Botânica e Literatura
Menina, te conheço bem
Já explorei toda a sua cultura

Nós não precisamos ser
Perfeitos
Me guarde na sua lembrança
Na minha vou guardar
Seu par de peitos

Eu tenho filhos, tenho mulher
E não quero ter uma segunda
Por isso se você me vir com ela
Não belisque mais a minha bunda

Vou repetir…

Maior que nós é a verdade que não quer se calar:
O que eu te ensinei é muito bom,
Mas não é matéria de vestibular…


Não sei vocês mas eu amo a banda Panic! At the Disco. Aquelas músicas lindas e tal. Enfim, hoje eu soube que o Ryan Ross e o Jon Walker vão sair da banda, na verdade, já sairam. Não sei agora como vai ser a banda.

Ryan Ross

Jon Walker

Sentiremos saudades, e que agora serão duas bandas boas para curtir♥

Eu simplesmente amo essa música! Vou colocar a letra dela e à seguir o vídeo no youtube. É a melhor música do Seu cuca pra mim 🙂

Quem nasce cedo
Aprende que a vida não é um mar de rosas não
Quem nasce cedo
Cedo colhe aquilo que plantou
Quem queima os dedos
Logo aprende a não brincar como fogo não
Quem lambe os dedos
Morde os beiços de admiração

Quem me dá sossego
Também tira meu sossego
Quem tem meu tempo
Também invade o meu sono
Quem vê meus medos
Sabe que eu nasci cedo
E quem têm minha verdade
Sabe que na verdade eu queria estar com você
Você estando bem
Está tudo bem

Quem nasce cedo
Paga pelos seus erros
Quem teme o tempo
Teme o passar do tempo
Quem veio cedo
Veio pra passar o tempo
De quem tem medo
O medo passa com o vento

Ontem eu vi uma coisa que me tocou e irei contar à vocês.

Fui almoçar no Monet Plazza Shopping, e eu fui comer no lugar aqui, não sei como se escreve mas vou tentar: Macheronne. Eles servem uma comida bem boa e o kg não é muito barato, mas nem muito caro. Sentei para comer e tal, e chegaram um homem seu filho e sua filha pra comerem lá, estavam com roupas sujas, rasgadas, precárias, olheiras, cabelo descabelado, dava para perceber que eram pessoas de baixíssima renda.

Mas o que eu fiquei reparando foram nas pessoas ao redor, passavam e olhavam de um jeito, dava para ver que eles tavam pensando ‘O que essas pessoas tão fazendo aqui? Eles tem como pagar? Como isso pode acontecer?’ eu me apavorei. As pessoas nem um pouco delicadas e constrangendo a família. Eu estava sentada uma mesa atrás deles, sentada de frente pra eles e presenciando tudo. A família tava feliz junto, e isso o que importava, eles estavam comendo, podiam estar matando, roubando, se drogando, mas não, estava apenas saciando sua fome.

A mãe pagou a conta, e eles vieram na fila atrás da gente, e entregaram um dinheiro enrolado em um papel pardo, cheia de notas de valor pequeno, devem ter conseguido de algum modo com um trabalho árduo, com certeza não roubaram nem nada do que as pessoas pensavam.

Mas o que mais importa é que eles usaram o dinheiro de forma consciente, e isso é o de mais importante, o que todas pessoas deveriam perceber, como eu percebi. Eu e a mãe comentamos sobre isso depois de almoçarmos, não na frente deles ou perto, como outras pessoas mal educadas faziam. Não importa com quem seja, é muito feio isso.

Bom, quiz postar sobre isso hoje, porque achei interessante levantar sobre esse assunto aqui no blog, ainda mais hoje em dia que algumas pessoas têm uma visão diferente do mundo.